Começámos em Maio 2009, recebemos 358 comentários aos 687 posts

Obrigada a todos os que de múltiplas formas contribuem para o esqueciaana Escrevam: esqueciaana@gmail.com




os 10 posts mais lidos (esta semana) seguidos dos posts mais recentes (26 Outubro 2016):

Feb 20, 2010

>> "a recuperação depende muito da ajuda ..."

Reconhecer que se está doente é uma passo importante para começar o tratamento da anorexia nervosa. Importante mas só por si não resolve. Há quem julge que sozinha/o vai conseguir superar a doença. Mas não é assim, a ajuda externa (clínica, nutricional, de amigos e familiares) revela-se fundamental na cura. Em PORTUGAL existem, em alguns hospitais consultas especializadas em doenças do comportamento alimentar (para conhecer contactos ver AQUI) . Transcrevemos em seguida uma das respostas dadas por Carol uma jovem que recuperou da anorexia ao blogue the teenmagazineinformation ( testemunho completo aqui. )
(...)
"5)Foi dificil para você se curar?
Sim foi um processo muito dificil, achei que ia morrer, e quando você esta doente, dificilmente você aceita isso, você não quer estar e acha que sozinha vai conseguir, mais pelo contrário, a recuperação depende muito da ajuda de médicos e principalmente do apoio familiar. Eu tinha desespero durante meu tratamento pois nao ganhava peso, achei que ia morrer, dai comecei a ir em nutrólogos, e comecei a ganhar peso, hoje posso fazer tudo o que eu fazia antes, como jogar volêi, antes nao tinha força pra fazer nada. Depois de tudo o que aconteceu eu comecei a dar mais valor pra minha vida, para minha família, e para tudo o que eu sou capaz de fazer, saio com amigos, faço loucuras, enfim, tento aproveitar tudo, e todos! Pois ter uma vida saudável é uma dádiva, enfermidades desse tipo não são qualquer coisa, é se fechar pro mundo, eu me fechei um dia pro mundo, e hoje não quero mais me fechar porque eu sou uma pessoa perfeita, posso enxergar, sentir cheiros, andar, falar, ouvir tudo perfeitamente, e isso pra mim já é o suficiente."
(...)
foto flick cc: aqui

4 comments:

Addicted Anna said...

muito obrigada por me chamares à atenção___ :D não te preocupes que nao a farei
ando a tentar sair desta, ando a tentar ser saudável e uso o blog para promover também isso. não da maneira incrivel que tu fazes, e que eu admiro muito. mas mostrando aquilo que esta maldita vida me provocou a mim e às restantes meninas da blogosfera!!
espero que continues o teu trabalho, no entanto, deixo-te o conselho de promoveres mais o teu sítio em outros blogs, como nos pró-ana-mia.. alguéns tem que lhes abrir os olhos!! elas têm que ler sobre a realidade! Aposta nisso..
obrigada pela preocupação

bjs
katie

ex ana said...

Katie,
Para sair do inferno da ana-mia as palavras escritas num blogue valem nada ou quase nada.(Ambas sabemos isso, não é?)
Por vezes a doença engana completamente a razão. Pois se mesmo os amigos aqueles que nos olham nos olhos por vezes são repelidos, afastados, senão odiados...
Agradeço o comentário e sugestão. Procurarei continuar a divulgar informação.
Acredito que as capacidades dos doentes(inteligência, força de vontade, rebeldia...) existem, mesmo quando eles as negam e podem alterar muita coisa para melhor...
A anorexia não é uma escolha porque é uma doença. Uma doenças mental com muitas causas.
Que o teu objectivo de 'sair' se concretize breve e seguramente. Tens muitos e muitos anos à tua frente para construir sonhos!!!

The Teen Maganize Information said...

poxa Ana, fico bem feliz de saber que vc nao esta mais doente, e mais feliz ainda de saber que vc gostou do meu post.
A Carol eh minha amiga e foi terrivel lidar com essa situacao pq ela nao queria ajuda. Mas graças a Deus ela esta bem agora.

beijo

ex ana said...

Escreveram 'ela nao queria ajuda' e esse é um problema comum.
Mas por outro lado, mesmo quando a ajuda é recusada acho que vale sempre a pena tentá-la. Existe muita incidência na família, mas os amigos/as podem ser uma peça essencial na recuperação. Já escrevi sobre isso aqui.
http://esqueciaana.blogspot.com/2009/11/amizade-as-pontes.html